Campo Mourão

Programa ‘Jovem Aprendiz’ terá encontro em C. Mourão

Clodoaldo Bonete

28/04/2012 às 10:05 - Atualizado em 28/04/2012 às 17:11

Pelo menos 200 jovens participantes do Programa Jovem Agricultor Aprendiz (JAA) estarão realizando hoje a "Atividade do Rio", no Parque de Exposições de Campo Mourão. Será uma aprendizagem de forma lúdica, que tratará de temas atuais como o "Código Florestal Brasileiro", Mata Ciliar, Reserva Legal, Biodiversidade, Constituição de Microbacias Hidrográficas e outros.   

Segundo os organizadores é o maior encontro deste gênero realizado no Paraná. Entre os participantes estão cursandos dos municípios de Barbosa Ferraz, Campina da Lagoa, Iretama, São João do Ivaí e São Pedro do Ivaí. Eles estarão divididos em oito turmas, os quais trabalharão em equipe pela primeira vez com o objetivo de vencer o desafio de montar um mosaico com mais de 120 metros quadrados de informações técnicas do setor agropecuário.     

O encontro acontece no recinto de Leilões do Parque de Exposições Getúlio Ferrari, a partir das 13 horas. No período da manhã os jovens assistirão a um filme que retrata a realidade estudantil atualmente. O objetivo central do JAA é informar aos jovens rurais sobre suas oportunidades no campo, qualificando-os profissionalmente, despertando uma visão empresarial e capacidade empreendedora. Também visa executar com qualidade, as tarefas inerentes às atividades agropecuárias. identificar a importância da gestão rural na produção agrossilvipastoril, num contexto de economia mais competitiva e globalizada; reconhecer as possibilidades profissionais que o meio rural oferece para pessoas qualificadas e identificar a importância do bem-estar pessoal, percebendo as implicações da higiene e saúde para uma melhor qualidade de vida e integração na sociedade e no meio rural.

O diferencial entre a aprendizagem e os desafios reais do trabalho e da convivência é o fato de que, nela, a vivência é controlada e protegida. As técnicas de ensino utilizadas são pensadas para atender aos estilos de aprendizagem dos discentes, visto que cada um tem uma necessidade e uma forma própria de aprender.            

O programa é desenvolvido pelo módulo Gestão do Agronegócio, com carga horária de 144 horas, dividido em conteúdos básicos (gestão pessoal) e conteúdos específicos (agrossilvipastoril). As aulas são distribuídas em encontros de 8 a 12 horas semanais, optando-se pelos dias da semana conforme disponibilidade do instrutor e agenda escolar. O número de participantes pode variar entre 15 a 25 alunos por turma. Os participantes que atingem o total de 80% de freqüência, recebem, ao término, certificado de aprendizagem.

Publicidade
Publicidade
Imagem do Dia

Galeria de água pluvial na Avenida Capitão Índio Bandeira, em Campo Mourão.

Publicidade