Formando Cidadão une adolescentes

Clodoaldo Bonete

Fale com o repórter

Publicado em: 18/09/2012 - 22:30 | Atualizado em: 19/09/2012 - 16:08

Pelo menos 70 crianças e adolescentes, integrantes do projeto Formando Cidadão de Campo Mourão e Cianorte, estiveram reunidos ontem à tarde no Sesc, onde participaram de um torneio de futsal. O objetivo foi desenvolver momentos de confraternização, espírito esportivo e união entre os dois grupos, que são acompanhados pelo 11º Batalhão da Polícia Militar de Campo Mourão. O programa nasceu da necessidade de se desenvolver programas de atendimento a adolescentes em situação de risco social, pessoal e familiar.

Divulgação

Adolescentes de Cianorte disputaram torneio com Campo Mourão

Em Cianorte, no distrito de Vidigal, o projeto acolhe também meninas, ao contrário de Campo Mourão que atende apenas adolescentes do sexo masculino. “Por enquanto ainda não atendemos meninas”, disse o soldado Devair Domingos, responsável pelo Formando Cidadão no 11º BPM. O soldado conta que o programa começou a ser desenvolvido há 12 anos, e nesse período já colocou vários jovens no mercado de trabalho e até despertou alguns para a política. “Tem candidato a vereador que já passou pelo Formando Cidadão. É importante você saber que tirou crianças de situação de risco e os encaminhou para a vida. Sempre digo, que o caminho a gente ensina, basta eles seguirem em frente.”

No 11º BPM, são atendidos 25 adolescentes, no período de contraturno escolar. O grupo de Cianorte esteve acompanhado da pedagoga e assistente social Claudia Velozo Marquine. Segundo ela, o Formando Cidadão é desenvolvido no distrito de Vidigal, em parceria com a entidade Rainha da Paz, que acolhe 250 crianças em situação de risco social. “No distrito, o Rainha da Paz acolhe 250 crianças, de 7 a 17 anos e em Cianorte, mais 500. São adolescentes que sofrem todo tipo de exploração, seja de pai ou parente. Em parceria com a PM, estamos formando os cidadãos no distrito”, disse Claudia. Ela conta que em Cianorte, os adolescentes desenvolvem várias atividades, como artes, violão, teclado, reforço escolar, ensino religioso, entre outros.

O projeto

O Formando Cidadão objetiva o atendimento de meninos na faixa etária de 12 e 18 anos, abrindo-lhes oportunidade através de doações sócio-educativas, uma alternativa de ocupação do tempo livre, melhoria da qualidade de vida, retorno à escola, à família e ao convívio na sociedade, visando o resgate da auto-estima e conquista da cidadania.

Além do retorno à escola, o projeto proporciona aos adolescentes a possibilidade de freqüentarem curso e atividades como: curso de informática, educação física, música, noções militares, reforço escolar, trabalho em horta, noções de primeiros socorros, ensino religioso e ainda palestras com temas diversos, proferidos por Policiais Miliatres e profissionais voluntários. Um dos objetivos do projeto é também conscientizar os adolescentes sobre os perigos do envolvimento com drogas e criminalidade, contribuindo para que tenham uma nova postura de vida e um futuro melhor.

Compartilhar esta notícia

Publicidade

Comentários

Você precisa estar logado para comentar, clique aqui para entrar.
Se você for um novo usuário, clique aqui para se cadastrar.