Região

Operação Tiradentes intensifica fiscalizações em rodovias da região

Teve início ontem, a Operação Tiradentes, com reforço no policiamento tanto nas estradas federais quanto estaduais. Na Polícia Rodoviária Federal (PRF), a fiscalização começou no início da madrugada, enquanto nos postos estaduais, foi aberta às 14 horas. Até o próximo domingo, todo o efetivo das corporações estará voltado na região para a conduta dos motoristas que pegarem as estradas. O objetivo é coibir todo tipo de imprudência, mas principalmente o excesso de velocidade e as ultrapassagens em locais proibidos, responsáveis pela maioria dos acidentes com mortes.

O policiamento está sendo reforçado durante a operação nos locais com maior incidência de acidentes e com maior registro de crimes, de acordo com dados estatísticos desenvolvidos pelas corporações, visando garantir segurança e fluidez do trânsito aos usuários das rodovias. A PRE encerrará a operação somente ao meio dia da próxima segunda-feira (24), enquanto a PRF a meia noite do domingo (23).

O tenente Rafael Cruz, da 4ª Companhia de Polícia Rodoviária de Maringá, que responde pela região de Campo Mourão, informou à TRIBUNA que serão intensificadas as fiscalizações quanto ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante, às ultrapassagens indevidas, falta do uso do cinto de segurança ou do dispositivo para o transporte das crianças, além de ações operacionais direcionadas para o combate a criminalidade.

Cruz acrescentou que nesta sexta-feira (21) todos postos policias da PRE estarão fazendo uma campanha educativa a partir das 8 horas com orientações e dicas de segurança aos condutores, além de panfletagem referente ao Dia de Tiradentes. “Junto a isso no verso do panfleto há todos os telefones indispensáveis ao cidadão, desde Procon, Polícia, Bombeiros, até todos os telefones fixos dos 13 Postos de Polícia Rodoviária em que a 4ª Cia atua”, falou.

Estradas federais

Como em outros feriados nacionais, a PRF terá três focos prioritários da fiscalização: excesso de velocidade, embriaguez ao volante e ultrapassagens irregulares. No mesmo feriado de 2016, 11 pessoas morreram em rodovias federais no Paraná. Outras 153 saíram feridas e 140 acidentes foram registrados pela PRF. A operação do ano passado teve cinco dias de duração. Na ocasião, 103 motoristas foram flagrados dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas, 744 executando manobras de ultrapassagens proibidas e 11,3 mil transitando em velocidades acima da máxima permitida.

As principais causas dos acidentes que resultam em mortes em rodovias federais são velocidade incompatível, embriaguez, falta de atenção, desrespeito à sinalização e ultrapassagens indevidas. A PRF orienta aos motoristas para que respeitem a sinalização, em especial os limites de velocidade. A orientação também é para que façam revisões periódicas do veículo e confiram o funcionamento dos equipamentos obrigatórios antes de pegar a estrada.

Para o Feriado prolongado de Tiradentes deste ano, as concessionárias de rodovia estimam um aumento de 25% do fluxo de veículos. O movimento maior deve se concentrar na manhã de hoje e início da noite de domingo.