Brasil

Presidente espanhol virá ao Brasil para lançamento de cabo submarino

O presidente de governo da Espanha, Mariano Rajoy, virá ao Brasil na próxima semana para um encontro com o presidente Michel Temer, na segunda-feira, 24. Os dois participarão do lançamento de um cabo submarino ligando Brasil e Espanha, uma parceria da Telebrás com a espanhola Islalink orçado em US$ 185 milhões.

"É uma visita com importância simbólica", disse nesta quarta o subsecretário geral de Assuntos Políticos Multilaterais, Europa e América do Norte, embaixador Fernando Simas Magalhães. 

A ideia é reconstruir os vínculos econômicos, políticos e empresariais entre os dois países. A Espanha é hoje o segundo maior investidor estrangeiro no Brasil, com um estoque de US$ 64 bilhões, atrás apenas dos Estados Unidos. Empresas daquele país participaram fortemente dos programas de privatização dos anos 1990 e também nas concessões em infraestrutura no início dos anos 2000. Porém, o relacionamento perdeu o dinamismo nos anos recentes.

Em busca de novas parcerias, está programado um encontro empresarial em São Paulo, no dia 25. A previsão é que 150 empresas espanholas participem. Presidentes de 12 grandes empresas espanholas, boa parte delas já com investimentos no Brasil, acompanharão Rajoy. Entre as áreas prioritárias, estão infraestrutura, transporte, indústria aeronáutica e economia digital.

Na manhã de segunda-feira, os dois presidentes terão uma reunião de trabalho na qual tratarão, entre outros assuntos, do acordo Mercosul - União Europeia. Os dois blocos trabalham para fechar um pré-acordo até o final deste ano. Outro provável tema da conversa será a crise na Venezuela. "É uma situação que requer acompanhamento permanente", disse Magalhães. Está prevista assinatura de um memorando na área de infraestrutura. Haverá também um acordo do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) com seu correspondente espanhol e também acordos na área acadêmica.

Na noite do dia 24, será entregue pela primeira vez o Prêmio Anchieta, com o qual será agraciado o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O governo brasileiro estará representado pelo ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes.

O convite para a visita de Rajoy foi entregue ao governo espanhol pelo então ministro das Relações Exteriores, José Serra, em novembro passado, quando ele foi a Madrid. Até o final do ano, o Brasil deverá receber a visita do rei Filipe VI.